Cabify em Porto Alegre: Saiba como o app opera na capital gaúcha

Cabify Porto Alegre

A empresa espanhola de transporte individual Cabify acaba de iniciar as suas operações em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Maior concorrente do Uber, que também disponibiliza os seus serviços na cidade gaúcha, o Cabify pretende atender uma grande demanda de passageiros na capital, além de potencializar as possibilidades de regulamentação desse tipo de serviço em todo o estado, segundo afirmou o gerente-geral do Cabify no Rio Grande do Sul, Nicolás Cañas.

O Cabify já atua no país desde maio de 2016, com os carros circulando pelas ruas de São Paulo e do Rio de Janeiro. Fora do território brasileiro, o aplicativo opera desde 2011 em outras 30 cidades distribuídas em 14 países, como Espanha, Chile, Peru, Colômbia e México.  O Brasil foi o primeiro fora da língua espanhola e maior país onde o aplicativo lançou as suas operações até então.

A boa notícia para quem pretende contar com a praticidade do serviço aqui no país é que, em poucos meses, a empresa espanhola expandirá os serviços para outras regiões brasileiras, como está fazendo agora com Porto Alegre.  A próxima cidade da lista será Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Como funciona?

Assim como o Uber, o Cabify oferece corridas com carros e motoristas particulares para atender às solicitações de viagens dos passageiros, que podem ser feitas tanto por meio do aplicativo quanto pelo site oficial na internet. Se você mora na capital gaúcha e quer começar a usar o serviço para fazer as suas viagens, basta baixar o aplicativo no seu smartphone, que se encontra disponível nas versões iOS ou Android.

Os usuários do serviço em Porto Alegre contarão com a modalidade Cabify Lite para fazer as suas corridas, que opera com veículos comuns e viagens mais baratas, semelhante ao serviço Uber-X, da concorrente norte-americana. Ainda, será possível agendar as corridas, deixando um endereço e horário marcados para a chegada do motorista no local de partida.

Diferente do Uber, que conta com uma tarifa dinâmica que multiplica o valor da corrida de acordo com o horário, o Cabify aposta em uma cobrança fixa por viagens, que é calculada somente na distância que será percorrida pelo usuário, ou seja, desde o ponto de origem até o destino da corrida, não sendo cobrada nenhuma taxa extra do passageiro por tempo de trânsito ou quaisquer outros empecilhos que apareçam durante a viagem. O pagamento das rotas pode ser feito por meio de cartão de crédito ou Paypal.

Como virar motorista?

Para quem deseja se tornar motorista do aplicativo na região, o período de cadastro para trabalhar junto à empresa já está aberto. Inclusive, até o dia do lançamento do Cabify na cidade, em 16 de setembro de 2016, o número de candidatos inscritos chegou a 5 mil, segundo Cañas.

Ainda de acordo com o gerente-geral do serviço no Brasil, a quantidade de parceiros ativados em Porto Alegre será avaliada conforme a demanda de passageiros na cidade, sendo que nem todos os candidatos que atenderem aos requisitos para trabalhar na plataforma serão contratados.

Se você quer se tornar um parceiro do Cabify em Porto Alegre, basta acessar o site oficial do aplicativo na internet e preencher o formulário com os seus dados pessoais e, no caso de quem pretende trabalhar com o próprio carro, fornecer também os dados do veículo.

Os requisitos para ser um motorista da plataforma são: possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), onde deve constar também o pagamento do seguro obrigatório DPVAT, uma apólice do Seguro de Acidentes Pessoais a Passageiros, não possuir antecedentes criminais, ter um veículo de quatro portas com ano a partir de 2008 e ar-condicionado, além de estar dentro da lista de carros aceitos pelo Cabify.

banner-cabify

Qual é o mais vantajoso em Porto Alegre: Cabify ou Uber?

Cabify Uber Porto Alegre

O site ZH Porto Alegre divulgou um dia antes do lançamento do Cabify na capital gaúcha uma simulação com viagens feitas com o Uber e o Cabify em algumas regiões da cidade e em diferentes horários.

banner-cabify

Compare os preços e quilômetros percorridos com os dois serviços e veja qual seria o ideal para você fazer as suas corridas:

Uber

Como é feita a cobrança?

  • Preço base: R$ 2,30
  • Quilômetro rodado: R$ 1,20
  • Minuto: R$ 0,20
  • Tarifa mínima: R$ 5,00

Simulação:

  • Uma corrida do Parque Moinhos de Vento até o Parque da Redenção, ao meio-dia (2,2 km): R$ 6,34
  • Uma corrida do Parque Moinhos de Vento até o Campus do Vale da UFRGS, às 14h (11,5 km): R$ 21,30

Cabify

Como é feita a cobrança?

  • Primeiros 10 km: R$ 2,3
  • Preço do quilômetro rodado após 10 km: R$ 2
  • Tarifa mínima: R$ 8
  • Tarifa mínima para reservas: R$ 25
  • Bandeirada chamadas imediatas: R$ 1,50
  • Bandeirada em horário de pico: R$ 2,50
  • Bandeirada reservada: R$ 4,50
  • Bandeirada durante horário de pico: R$ 5,50
  • Horário de pico: 7h às 10h e entre 17h e 20h

Simulação das viagens:

  • Uma corrida do Parque Moinhos de Vento até o Parque da Redenção, ao meio-dia, com chamada imediata (2,2 km): R$ 8
  • Uma corrida do Parque Moinhos de Vento até o Campus do Vale da UFRGS, às 14h (11,5 km): R$ 27,50