Easy Go: transporte particular dentro do Easy Taxi

Easy GO

O Easy Go é o mais recente anúncio no mundo de aplicativos de transporte particular. Não estranhe se o nome parecer familiar. A empresa por trás do app é a já consolidada Easy Taxi.

A diferença é que, agora, além de trabalhar com táxis comuns, terá a opção de motoristas particulares. Por enquanto, o aplicativo é prometido apenas para a cidade de São Paulo, mas deve expandir-se logo para outras capitais. Saiba mais sobre o Easy Go:

Um único aplicativo

A parte mais inovadora do anúncio do Easy Go provavelmente é seu meio de funcionamento. Ele funcionará no mesmo aplicativo onde o

Easy Taxi funciona. Não faltam motivos para chocar: isso significa que taxistas comuns e motoristas particulares estarão reunidos em um mesmo app.

Apesar da polêmica, isso representa uma grande vantagem para o usuário. Em um único meio, ele pode conferir a disponibilidade e a oferta de diferentes meios de transporte. Além disso, o usuário conta com a comodidade já conhecida do Easy Taxi em relação aos meios de pagamento.

Poderá ser utilizado o mesmo cartão de crédito já cadastrado no aplicativo de táxis, ou recorrer ao pagamento em dinheiro. A opção em dinheiro não é disponível em aplicativos como o Uber, por exemplo.

easy-taxi-cria-easy-go

Tarifas e economia

Segundo o anúncio de lançamento do Easy Go, as cobranças serão feitas com a união de uma taxa fixa e um valor específico por quilômetro rodado. Na cidade de São Paulo, a estimativa é de uma economia média de 40% em relação ao táxi comum.

Em relação a outros aplicativos, como o Uber, a tarifa pode variar entre mais barata ou mais cara. Isso ocorre em função da tarifa dinâmica do Uber, que não será aplicada no Easy Go.

Lançamento e cidades

No Brasil, o anúncio oficial é o lançamento no dia 25 de julho, exclusivamente na cidade de São Paulo. A escolha da cidade ocorre em função da regulamentação da situação de aplicativos de transporte particular.

Além disso, a empresa já anunciou interesse em Porto Alegre e Curitiba, onde a legislação também avança. Fora do país, a funcionalidade adicional de transporte particular já funciona na

Colômbia e no Peru há algum tempo. Recentemente, também estreou no México, na Argentina e no Equador.

O que o motorista pode esperar?

Após o anúncio na cidade de São Paulo, a empresa anunciou que mais de seis mil motoristas estavam cadastrados na plataforma. Isso não significa 6 mil aprovações. Na verdade, a empresa já anunciou que pretende garantir ao menos cinco corridas diárias para cada motorista. Isso deve ser feito através do contrlole da quantidade de aprovações.

Quem pretende dirigir pelo Easy Go pode esperar uma remuneração um pouco mais alta do que aquela observada no Uber, por exemplo.

A empresa cobrará um percentual fixo por corrida de 20% da tarifa cobrada.

Além disso, a empresa já deixou claro que pretende marcar presença apenas em cidades onde há regulamentação para este tipo de mercado.

Diferenças em relação à concorrência

Não é nenhum segredo que o Easy Go é uma forma de fazer frente ao Uber, sem deixar que ele monopolize os aplicativos de transporte alternativo. Por isso, as comparações são inevitáveis.

Sabe-se, por exemplo, que a tarifa base do Easy Go é mais alta do que a do Uber. Por outro lado, vale destacar que o novo aplicativo não oferece taxas dinâmicas. Se você utiliza o Uber regularmente, já deve ter percebido que as corridas variam de acordo com o horário, o trânsito e a lotação dos carros.

No caso do Easy Go, a tarifa é sempre fixa, e depende exclusivamente da distância rodada. Por isso, é provável que ele seja significativamente mais vantajoso do que o concorrente para aquela corrida em horário de pico.